Capa » GLOSSÁRIO

GLOSSÁRIO

Ação Populara Ação Popular (AP) foi um movimento político nascido em junho de 1962, a partir de um congresso em Belo Horizonte, resultado da atuação dos militantes estudantis da Juventude Universitária Católica (JUC) e de outras agremiações da Ação Católica.

Ação Libertadora Nacional (ALN) – foi uma das maiores organizações políticas de resistência à ditadura, que tinha como objetivo derrubar a ditadura por meio da guerrilha e criar uma frente de libertação nacional; teve como líderes Carlos Marighella e Joaquim Câmara Ferreira.

ALN

Anistia – é o ato do poder legislativo pelo qual se extinguem as consequências de um fato que em tese seria punível e, como resultado, qualquer processo sobre ele. Trata-se de uma espécie de perdão geral. Os anos 1970 foram marcados pela ampla participação social na luta pela anistia ampla, geral e irrestrita a todas as pessoas que, de diferentes formas, resistiram ou se rebelaram contra a ditadura militar ou que foram punidas com base em Atos Institucionais impostos pelo governo.

Aparelho – no contexto da ditadura militar no Brasil, referia-se a um local (apartamento ou casa) usado como abrigo por uma “célula” (grupo) de organização política clandestina, servindo também para a realização de reuniões, guardar material de propaganda, documentos, dinheiro, armas, etc.

Atos Institucionaisnormas de natureza constitucional expedidas entre 1964 e 1969 pelos governos militares que se sucederam após a deposição de João Goulart em 31 de março de 1964. Ao todo foram promulgados 17 atos institucionais que, regulamentados por 104 atos complementares, conferiram um alto grau de centralização à administração e à política do país.

AI 5 – Ato Institucional número 5 foi o quinto decreto emitido pelo governo militar brasileiro. É considerado o mais duro golpe na democracia e deu poderes quase absolutos ao regime militar para punir arbitrariamente os que fossem inimigos do regime ou como tal considerados. O AI-5 entrou em vigor em 13 de dezembro de 1968 e vigorou até dezembro de 1978.

Cadeira do Dragãoespécie de cadeira elétrica, onde os presos sentavam pelados numa cadeira revestida de zinco ligada a terminais elétricos. Quando o aparelho era ligado na eletricidade, o zinco transmitia choques a todo o corpo.

Chacina de Quintinonome dado à ação policial realizada por agentes da ditadura militar, em Quintino, bairro da zona norte do Rio de Janeiro, que culminou no assassinato de militantes da resistência da armada, VAR-Palmares, contra a repressão política.

Choque Elétrico o choque era dado através de dois fios longos que eram ligados ao cor­po nu, normalmente nas partes sexuais, além dos ouvidos, dentes, língua e dedos. O acusado recebia descargas sucessivas, a ponto de cair no chão.

Clandestinidadedesigna a situação em que alguém vive quando se encontra fora da legalidade, sem documentos e identificação oficiais.

Clínica do Testemunhoprojeto do Ministério da Justiça que consiste na formação de núcleos de apoio e atenção psicológica aos afetados pela violência do Estado.

Coletivo RJ Memória, Verdade e Justiçaespaço que congrega diversas entidades e pessoas com o objetivo de promover ações relacionadas ao campo da Memória, Verdade e Justiça.

Comando de Libertação Nacional (COLINA)foi uma organização guerrilheira brasileira de esquerda.

Comissão de Anistiainstalada pelo Ministério da Justiça, no dia 28 de agosto de 2001, a Comissão analisa os pedidos de indenização formulados por pessoas que foram presas, exiladas ou impedidas de exercer atividades econômicas por motivação exclusivamente político desde 18 de setembro de 1946 até 5 de outubro de 1988.

com-anistia

Comissão Nacional da Verdade órgão governamental, criado em 2012, que tem por finalidade apurar e investigar graves violações de Direitos Humanos ocorridas durante a ditadura militar.

cnv

Congresso de Ibiúna em outubro de 1968 foi realizado clandestinamente o XXX Congresso da UNE (União Nacional dos Estudantes), em Ibiúna (SP), onde foram presos mais de 800 estudantes.

DEOPSDepartamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo.

Ditadura Militar governo imposto por militares que durou 21 anos, entre 1964 e 1985, no Brasil.

DOPS RJDepartamento de Ordem Política e Social do Rio de Janeiro (DOPS-RJ), um dos principais órgãos de perseguição política, tortura, morte e desaparecimento forçado de pessoas durante as ditadura de Vargas e a ditadura civil-militar.

dops rj3

DOI CODIDestacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna – foi a principal instituição de repressão aos opositores da ditadura militar brasileira. Tinha sua sede aqui no Rio no Quartel do 1º Batalhão da Polícia do Exército, no bairro da Tijuca, Rio de Janeiro. No local foram presos, torturados e muitas vezes assassinados os militantes de oposição ao regime.

Exíliotrata-se do estado de estar longe da própria casa (seja cidade ou nação) e pode ser definido como a expatriação, voluntária ou forçada de um indivíduo. No Brasil, durante o regime militar, muitos brasileiros deixaram o país para se exilarem no exterior, especialmente os da classe média e os intelectuais, que foram afastados por se oporem ao regime, instalado em 1964.

Geladeiralocal onde os presos ficavam pelados, cela baixa e pequena, que os impedia de ficar de pé. Os torturadores alternavam um sistema de refrigeração frio e um sistema de aquecimento que produzia calor insuportável, enquanto alto-falantes emitiam sons irritantes. Os presos ficavam na “geladeira” por vários dias, sem água ou comida.

Golpe de 64O golpe de estado realizado por militares, em 1964, estabeleceu no Brasil uma ditadura militar que permaneceu até 1985. Ao longo dos anos, o regime militar foi endurecendo o governo e tornando legalizadas práticas de censura, repressão de movimentos sociais e tortura.

Grupo Tortura Nunca Maiso grupo surgiu como um instrumento de luta de ex presos e dos familiares de mortos, desaparecidos e torturados políticos do regime militar e tem como objetivo a defesa dos direitos humanos com ênfase na luta contra todas as formas de agressão e tortura praticadas em relação à pessoa humana, pelo poder público e por seus agentes. Foram vários os grupos criados: no Rio, em SP, na BA, em PE, no PR.

Guerrilha do Araguaiamovimento guerrilheiro existente na região amazônica brasileira, ao longo do rio Araguaia, entre fins da década de 1960 e a primeira metade da década de 1970. Criada pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), tinha por objetivo fomentar uma revolução socialista, a ser iniciada no campo, baseada nas experiências vitoriosas da Revolução Cubana e da Revolução Chinesa.

Imperialismo política de expansão e domínio territorial, cultural e econômico de uma nação sobre outras. É comum atribuir essa denominação aos Estados Unidos da América.

Juventude Estudantil Católicaassociação civil católica encarregada de difundir os ensinamentos e a doutrina da Igreja junto aos estudantes de nível secundário.

Juventude Universitária Católica – associação civil católica cujo objetivo era difundir os ensinamentos da Igreja no meio universitário.

Maio de 68simbolizou o auge de um momento de intensas transformações políticas e comportamentais que marcaram a segunda metade do século 20 no Ocidente. A partir de manifestações estudantis ocorridas em universidades francesas irromperam sucessivos movimentos de protestos em diversas universidades de países da Europa e das Américas, que ganharam uma dimensão ainda maior com a ampliação das revoltas para a classe trabalhadora.

Massacre da Praia Vermelha – em junho de 1968 – ocasião em que forças repressivas da ditadura militar cercaram o campus da UFRJ na Praia Vermelha quando estudantes estavam em assembléia, impediram o trânsito e armaram uma cilada no campo do Clube do Botafogo, onde 3 cerca de 300 deles foram espancados e presos. Pela assembleia, que durou o dia inteiro, passaram cerca de 1000 estudantes, que protestavam contra diversas ações do governo militar, como o fechamento da UNE (União Nacional dos Estudantes) e o aumento do preço das refeições.

MR 8 Movimento Revolucionário 8 de Outubro foi uma organização política de ideologia socialista que participou da luta armada contra a ditadura militar brasileira. O nome faz referência ao dia em que Ernesto “Che” Guevara foi capturado, na Bolívia, em 8 de outubro de 1967.

MR8_logo

OABOrdem dos Advogados do Brasil

oab

OBANa Operação Bandeirante (OBAN) foi um centro de informações e investigações montado pelo Exército do Brasil em 1969 a partir de financiamento de empresários. Coordenava e integrava as ações dos órgãos de combate às organizações armadas de esquerda durante o regime militar em São Paulo. Logo transformou-se no DOI CODI II Exército.

Pau de Araraconsistia numa barra de ferro que era atravessada entre os punhos amarrados e a dobra do joelho, sendo o conjunto colocado entre duas mesas ou um cavalete, ficando o corpo do torturado pendurado a cerca de 20 ou 30 centímetros do solo. Este método quase nunca era utilizado isoladamente, seus complementos normais eram eletrochoques, a palmatória e o afogamento.

PC do BO Partido Comunista do Brasil (PC do B) é um partido político brasileiro fundado em 18 de fevereiro de 1962 que realizou oposição armada ao regime militar brasileiro.

Partido Operário Comunista (POC)organização brasileira de esquerda que combateu a ditadura civil-militar, tendo se originado no final dos anos 1960 a partir de outra organização denominada POLOP.

Presídio Tiradentes – seu nome oficial era “Recolhimento de Presos Tiradentes” – foi um grande presídio na cidade de São Paulo que abrigou presos políticos na Era Vargas e no Regime Militar, iniciado em 1964. Foi inaugurado em 1852 e desativado em 1972, sob a justificativa de realização das obras do metrô da cidade (governo Maluf). Dele só restou um portal.

POLOPOrganização Revolucionária Marxista Política Operária foi uma organização brasileira de esquerda. A POLOP foi responsável pela manifestação dos interesses da classe trabalhadora no país no início da década de 1960 e uma importante fonte de resistência ao regime dos militares, dando origem a diversas outras organizações de contestação durante a Ditadura Militar.

polop

PRTPartido Revolucionário dos Trabalhadores foi uma organização de esquerda surgida a partir da Ação Popular.

Soro da Verdade era injetado no preso pentotal sódico, uma droga que produz sonolência e reduz as inibições. Sob os efeitos do “soro da verdade”, supõe-se que o preso contava coisas que sóbrio não falaria.

Torre das DonzelasNome dado à ala feminina para presas políticas do regime militar no Presídio Tiradentes, em São Paulo.

UNEUnião Nacional dos Estudantes, era constituída pelas organizações estudantis brasileiras a ela filiadas, sendo o órgão máximo de representação dos estudantes e tendo por finalidade congregar todos os estudantes do Brasil para a defesa dos seus interesses.

Vanguarda Popular Revolucionária (VPR)organização de luta armada brasileira de extrema esquerda que lutou contra o regime militar de 1964.

vpr1_vectorized

VAR PalmaresVanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares) foi uma organização política armada brasileira de extrema esquerda, que combateu a ditadura militar brasileira (1964-1985) utilizando-se de tática de guerrilha urbana. Seu nome era uma homenagem ao maior quilombo da história da escravidão: Quilombo dos Palmares. Teve como componente a atual presidenta do Brasil, Dilma Rousseff.