Capa » VOZES DA MEMÓRIA » Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Bursztyn Miranda – Bioquímica

À época de sua prisão, em 1970, a imprensa a apelidou de “ladra terrorista”. Também conhecida como “Aninha da Farmácia”, militou contra o regime ditatorial tanto no movimento estudantil na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), como em outros movimentos sociais. Em meados de 1969, sem outra alternativa e já procurada pela polícia, abandona a Faculdade de Farmácia para dedicar-se exclusivamente à militância política. Viveu na clandestinidade por certo tempo, até que em 1970 foi capturada em São Paulo, cumprindo quatro anos de prisão. Em 1974 ganha a liberdade condicional e retorna ao curso de Farmácia, onde se gradua em 76.

A partir de 2004 passa a militar por cinco anos ininterruptos e muito ativamente, no Grupo Tortura Nunca Mais RJ. Fundou e integra o Coletivo Memória, Verdade e Justiça e é muito próxima ao Levante Popular da Juventude, sendo chamada pelos mais jovens de “vovó do Levante”. Participa ativamente de todas as atividades e eventos da Comissão da Verdade do Rio de Janeiro e ainda de eventos da Comissão Nacional da Verdade e outros da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça. Com frequência é chamada para realizar palestras em escolas e universidades.

Ana Miranda é aposentada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) após 38 anos de trabalho. Reside no Humaitá com o marido, tem um casal de filhos e uma neta.