Capa » VOZES DA MEMÓRIA » Cida Costa

Cida Costa

Cida Costa

Cida Costa

Maria Aparecida Costa entrou para a Faculdade de Direito da USP em 1963, onde começa a militar no movimento estudantil e na Juventude Universitária Católica e de onde sai formada em 1967. No ano seguinte, ingressa na ALN e paralelamente trabalha de forma regular em escritório de Direito Comercial. Pela organização clandestina, realiza ações armadas, expropriações de bancos e treinamentos de tiro. Em setembro de 1969, seu companheiro é preso em São Paulo, juntamente com outros militantes da ALN. Cida vai para o Rio de Janeiro, onde se integra à luta clandestina que ali se desenvolve, enquanto aguarda  sua saída do país. Com a morte de Carlos Marighella, essa possibilidade torna-se inviável a curto prazo. Em  dezembro de 1969, foi presa  por um ex-colega de faculdade que integrava as forças de repressão. Transferida para São Paulo, é torturada nas dependências da OBAN (Operação Bandeirantes), sendo enviada depois para o Deops e,  posteriormente, para a Torre das Donzelas do Presídio Tiradentes. Só é solta em junho de 74. Passa a advogar para vários sindicatos e foi Procuradora do Estado de São Paulo. É Mestra em Direito Constitucional e atualmente participa do Coletivo de Mulheres de São Paulo.