Capa » VOZES DA MEMÓRIA » Robêni Costa

Robêni Costa

Robeni

Robeni

De família humilde, Robêni saiu de Mirassolândia (SP) para estudar Letras na Universidade de São Paulo em 1966. Tinha 21 anos e foi morar no alojamento de estudantes. Ela ajudava a fazer o jornal da ALN e assim conheceu o pai de seus dois filhos. No ‘aparelho’ onde moravam, escondiam material de panfletagem. Abafavam o barulho da impressora com cobertores.Na década de 60, Robêni estudante de Letras da Universidade de São Paulo, passou a participar de assembleias estudantis e integrar a Ação Libertadora Nacional – ALN, liderada por Carlos Marighella, auxiliando na redação de jornais, panfletos e divulgação do ideário de esquerda. É presa em 1971. Mestre em lingüística, ela hoje se dedica à alfabetização de crianças. Também é uma espécie de líder comunitária de Barão Geraldo, subdistrito de Campinas (SP). Porta-voz de moradores de favelas e bairros pobres, ela vai à prefeitura cobrar moradia, água, esgoto, postos de saúde etc. Além disso, coordena projetos de reciclagem e de recuperação de áreas verdes da região.